“O PODER ACIMA DE TUDO”- Por Mário Machado júnior

 FALANDO SÉRIO 51

Como podemos observar nos dias atuais o desespero pela manutenção e/ou conquista do poder é de tal ordem que qualquer outro ou outros problemas se tornam irrelevantes.

O governo federal ta pouco se lixando para os problemas da nação, única e exclusivamente se preocupam com os grampos, com a cobertura de foro de um possível quase ministro que já entrou, pelo menos por enquanto para o ranking dos desempregados, pois ao conseguir emprego foi demitido.

E cadê o controle do Zika vírus, cadê a solução para a crise política, cadê a solução para a crise econômica, cadê os investimentos para atrair investimentos, cadê os empregos para conter a leva de desempregados? Cade?

Somos um carro sem motorista, sem combustível, descendo uma ladeira sem freios e sabe-se lá Deus o que tem ao fim desta ladeira.

Se vocês pensam que o ministro Teori me surpreendeu com a sua decisão de chamar de Curitiba para o STF, respondo em alto e bom som, não! Lembrem-se de quem o alçou a condição de ministro do Supremo.

Vivemos hoje acharcados por um grupelho que só pensa em uma coisa, poder, mais poder, poder acima de tudo e de todos. Se a presidente for defenestrada pelo impeachment penso que não terá vida longa pois conseguiu detonar um plano de eternidade: 8 anos Lula, 8 anos Dilma, 8 anos Lula, 8 anos de qualquer outro, 8 anos Lula e assim sucessivamente.

O PT me lembra em muito o projeto dos Kennedys para os EUA nos anos 60 pois pretendiam alternar o poder através da eleição de John, Robert e Teddy, tudo interrompido por duas tragédias que ceifou a vida do primeiro e do segundo. Caso não tivessem ocorrido as mortes talvez estivessem no poder ate hoje. O universo é caprichoso nas coisas que ele faz e apronta.

Cuidado com aquilo que você pede ao universo, uma hora ele te atende. Então aqui vai: Senhor universo dá para tirar o PT  do poder por favor? O Brasil que voltar a sorrir e a crescer.

Somos vitimas de nossa escolhas e pagamos pelas escolhas mal feitas, o preço é altíssimo e nós não temos o carnê das Casas Bahia, pelo contrario, o nosso preço é amparado pelos juros dos cartões e do cheque especial.

Todo poder tem um começo, porém graças ao altíssimo, também tem um fim, as vezes lúdico, as vezes carrasco, mas sempre um fim. Chega do poder a qualquer preço.

Reage Brasil, ainda há tempo!

 

Aos sábados, das 7 as 9 horas na Rádio Moderna FM de Luís Eduardo , 92,1 MHz, o programa MÚSICA, ETERNA MÚSICA.

cartao-mario

Notícias Relacionadas