“O Pré-primeiro dia do resto”Por Mário Machado Júnior

 

FALANDO SÉRIO 85

Sem fazer comparações simplistas mas usando uma analogia ao filme O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas, hoje é isto o pré-primeiro dia do resto do mandato da atual administração federal.

O Senado vota hoje se aceita o processo de impedimento da presidente e como consequência do aceite ocorre o afastamento do cargo, até para evitar que haja a atuação do gestor seja no processo em si, seja contra a administração, enfim uma medida dura de caráter protetivo.

O processo em si, pelo menos nesta etapa é dado como favas contadas, ou seja o Senado vai aprovar o afastamento com larga margem, por mais que a situação esperneie, por mais que ocorram medidas legais, por mais que se escutem no plenário os discursos de golpe, por mais que sejam feitos ataques ao presidente do Senado, enfim hoje é o pré-primeiro dia do resto.

Não escrevo com alegria, muito menos com ódio, menos ainda com frustração, escrevo sim com tristeza, pois mais uma vez o nosso país passa por tão abominável processo.

Entendam que, baseado na legalidade do processo sou favorável que o mesmo ocorra, por outro lado e como milhões de brasileiros que já viveram situação semelhante em 1992 eu lamento profundamente que isto esteja ocorrendo.

Ocorre que se não for por meio legal, previsto em lei própria, contemplado pela Constituição Federal, apoiado pelos regimentos interno, com suporte legal dado pelo Supremo Tribunal, o outro meio seria sim o sistema de golpe ou, excepcionalmente a renuncia.

A presidente não tem humildade suficiente para renunciar.

O Senado vota hoje e amanha a presidente deixa o Palácio do Planalto assumindo o vice imediatamente, inclusive não há a previsão legal de transmissão de cargo. Sai um entra o outro e quem assume passa a governar.

O futuro presidente em exercício ou interino como queiram, já demonstrou algo que, ate mesmo para o mais tacanho dos seres letrados o país é possível, viável e certo a redução dos ministérios e a consequente redução dos mais de 30 mil cargos de confiança. Tão simples que poderia ter sido feito pela atual que foi incapaz de fazer.

Hoje é um dia para lamentarmos. Provamos nossa incompetência eleitoral. Passaremos por isso mais uma vez. E o futuro?

BRASIL, SINTO MUITO POR VOCÊ! 

cartao-mario

Aos sábados, das 7 as 9 horas na Rádio Moderna FM de Luís Eduardo , 92,1 MHz, o programa MÚSICA, ETERNA MÚSICA.

Notícias Relacionadas