Por que parar 2: Por Mário Machado Júnior

 

Ontem eu encerrei com algo que aprendi ha anos: O TRABALHO SÓ MATA, QUANDO É ACIDENTE DE TRABALHO!

Vou continuar, hoje e amanha, batendo na tecla do por que parar, até por entender que não existem motivos para isso.

Chico Xavier pregava que: fora da caridade não há salvação, baseado em ensinamento de Allan Kardec.

Adapto a frase acima para a nossa realidade e justifico onde buscar saída sem precisar de greves: FORA DA POLITICA, NÃO HÁ SOLUÇÃO! Ora isso é mais do que evidente, até o momento em que arrumem uma saída que não seja uma ditadura por exemplo, civil ou militar.

Temos que buscar na política, infelizmente, a saída para os problemas nacionais. Leio com o respeito devido que a “greve” é contra as reformas que estão sendo feitas, seja previdenciária, seja trabalhista, enfim as reformas que vemos ai. Ainda faltam duas para entrar em discussão: a reforma política e a reforma tributária.

O grande erro e pecado que eu vejo nestas reformas é a ausência de um debate mais amplo, o excesso de pressa e a falta de comunicação. Posso entender que as reformas são necessárias e urgentes, já que ninguém quis fazer isso antes, mas tá faltando um quezinho de informação e de explicação para justificá-las. Sei que estou sendo simplório neste comentário, mas é.

O presidente Temer tem plena e total confiança de que, se não for apeado do poder antes de 31/12/2018, será este seu ultimo dia de governo e talvez, somente talvez, queira passar para a historia como um reformista. Louvável.

Reforma da previdência – quem em sã consciência não sabe que a previdência está quebrada por anos e mais anos de roubos, rombos, de corrupção, de violação e o pior de nunca terem sido cobrados os devedores? Segundo o professor e economista José Márcio Camargo, é inocência pensar em cobrar dos devedores pois dos cerca de 400 milhões devidos a previdência cerca de 300 milhões são de empresas falidas e/ou quebradas. Algo tem que ser feito!

Reforma trabalhista – como se mantém vivo um sistema com uma legislação de colchas de retalhos que remonta a época da segunda guerra e que veio sendo ajeitada e remendada daqui e dali? O NOVO vai sempre assustar, vai sempre trazer medo, mas fazer o que? Temos que fazer as mudanças.

Mudanças, reformas, jamais greve.

#EM2018EUreNOVO 

Ajudem a ONG VIDA BIXO LEM:

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/salve-a-ong-vida-bixo

Notícias Relacionadas

Postado por - 2 de maio de 2017 0
Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no WhatsApp