Supremo não surpreende! Por Mário Machado Júnior

Desde quando iniciou a operação lava jato me tornei fã dela, não nego, mas vejam bem na minha idade não me permito, em hipótese alguma ser fã deste ou daquele personagem, ator, astro, enfim sou fã do conjunto da obra.

Paulo disse: “Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; desde que me tornei homem, dei de mão as coisas de menino. Pois agora vemos como por um espelho em enigma, mas então face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, assim como fui plenamente conhecido.1 Coríntios 13:11,12

Meus heróis morreram de overdose. Meus inimigos estão no poder” Ideologia – Cazuza

Não tenho mais heróis e o que eu vi nas ultimas decisões do Supremo não me permitem ver como menino, vejo como homem, vejo como cidadão, vejo como advogado.

Se alguém souber me responda: quantos habeas corpus tramitam pelo Supremo neste momento? Quantos deles tem holofotes sobre si? Quantos deles tratam de cabeças coroadas? Quantos deles tratam de cabeças plebeias?

Na minha formação aprendi que habeas corpus é um remédio jurídico que enseja prestação judicial, que enseja urgência, que enseja rapidez e fluidez. Não é o que vemos. Justiça desigual para os aparentes iguais. Por que para alguns é mais urgente do que para outros? Alguém me explique como se eu tivesse 5 anos de idade.

O Supremo não surpreende, ele apenas é ele mesmo, sem meias verdades, sem meias palavras, sem meios termos. Ele é o que é!

Compreender o que o STF fez depende mais de conhecimento sobre política do que sobre Direito.” Rubens Glezer ,  O Estado de S.Paulo 03 Maio 2017 – Professor e Coordenador do Supremo em Pauta da FGV direito SP.

Advogo a tese de que a ascensão ao Supremo deve se dar por carreira, nunca jamais por indicação de Presidentes com aval do Senado. Ao entrar na magistratura você saberia que um dia poderia chegar ao Supremo. Mas isto sou eu, mais ninguém.

Enquanto Dirceus, Eikes, Bunlais, Brunos e outros tantos conseguem acesso a liberdade, o homem de bem, que paga seus impostos, cumpre suas rotinas e obrigações diárias, faz o que a lei manda, continua preso em casa. Bruno já voltou para cadeia. Vamos ver os outros.

Ao contrário do Ministro Gilmar Mendes não acho que os procuradores que atuam na lava jato tenham sido “sejam jovens sem experiência institucional” eles deveriam ser considerados a nova cara do judiciário, o qual é arcaico, velho e quiçá ate irresponsável.

Bandeira de cabeça para baixo é pedido de socorro. O judiciário brasileiro pede socorro!

#EM2018EUreNOVO

Ajudem a ONG VIDA BIXO LEM:

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/salve-a-ong-vida-bixo

Notícias Relacionadas