Prefeitura de Barreiras adere ao Selo Unicef Município Aprovado 2017-2020

A Prefeitura de Barreiras aderiu nesta última sexta-feira, 29, ao Selo Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) 2017/2020. A reunião contou com a participação do prefeito Zito Barbosa, da secretária de educação, Cátia Alencar, secretária de assistência social, Gabriela Nogueira, a Chefe de Gabinete Marileide Carvalho, do assessor da secretaria de saúde Anderson Vian e a consultora do escritório do Unicef de Salvador Ana Carla Carlos.
O Selo atesta que o município esta garantindo os direitos e o bem-estar de cada criança em tudo o que faz. Com seus parceiros, trabalha em 190 países e territórios para transformar esse compromisso em ações concretas que beneficiem todas as crianças e adolescente, em qualquer parte do mundo, concentrando especialmente seus esforços para que os serviços essenciais possam chegar às crianças mais vulneráveis e excluídas.
O prefeito Zito Barbosa falou sobre a importância da mobilização para ampliar o atendimento as crianças. “Temos o objetivo de garantir os direitos das crianças e adolescentes do município, e proporcionar melhores condições nas escolas, creches, acesso ao esporte e cidadania. Assinamos hoje o termo de adesão ao Selo Unicef, que será mais uma alternativa para ampliarmos ações de políticas públicas para toda população e especialmente para as nossas crianças. Para isso, toda equipe do governo está unida para a construção de uma cidade melhor para nossas crianças e adolescentes”, disse o prefeito.
Com a adesão, o município de Barreiras avança na busca de melhoria de indicadores sociais e abre uma porta de inclusão social. Para a secretária de assistência social, Gabriela Nogueira, a adesão ao Selo Unicef vai garantir significativos avanços no atendimento ao ECA. “Com isso poderemos aumentar ainda mais os benefícios as crianças e adolescentes não só a Secretaria de Assistência Social e Trabalho, como as demais Secretarias. Nossa meta é trabalhar em harmonia e de forma interligada, para proporcionar o acesso ao direito à saúde, educação, proteção e participação social para todas as crianças e adolescentes”, ressaltou a secretária.
Fonte: DIRCOM