Fique sabendo o que aconteceu com casal encontrado morto em um motel de Barreiras

 

Foto Ilustrativa

Uma despedida de relacionamento que se tornou uma despedida da vida, foi isso que aconteceu ao casal Isac dos Santos Oliveira ( 27 anos ) e kelma Souza de ( 21 ) anos.  As mortes aconteceram em um motel  na BR 242, em Barreiras, segundo relatos da polícia  Isac era namorado de Kelma, mas o relacionamento não estava indo bem e em uma tentativa  de reatar com a namorada Isac chamou Kelma para fazer uma despedida no referido motel. Os dois chegaram ao local as 9h00 da manhã, ás 13h00 pediram refeição e bebidas, mas por volta das 18hoo os funcionários suspeitaram que o horário do quarto já havia vencido e ligaram para ver se o casal iria continuar, mas os telefonemas não foram atendidos e chamaram a polícia.

Foto Redes Sociais

Ao  chegar no quarto os polícias encontraram um cena de crime no mínimo inusitada, Kelma estava nua em cima da cama com um lacre de plástico no pescoço, conhecido popularmente como “engasga gato ” e Isac  apenas de cueca, com um lacre também no pescoço e um tiro na cabeça.

Teoria do Crime

O  Site Mais Oeste ouviu algumas pessoas sobre o assunto e a teoria mais provável para os crimes seria a seguinte : Isac teria ficado desiludido com a rejeição de Kelma, e na tentativa de reatar o romance conseguiu leva-la para o motel e mesmo depois das “seduções ” não teria conseguido reconquistar a namorada daí o desespero de matar Kelma e depois cometer o provável suicídio.

Foto meramente ilustrativa retirada da internet

Teoria para o enforcamento 

Nas praticas sexuais existe uma categoria chamada sadomasoquismo ( Relação  entre pessoas buscando prazer sexual na dor ) e uma delas é o enforcamento ou “asfixio filia”, o parceiro ou parceira tem as mãos amarradas atrás das costas enquanto o outro aperta seu pescoço, seja com as mãos ou outro assessório. Daí a suspeita que o casal tenha feito esta pratica sexual bizarra e num momento de falta de lucidez Isac teria enforcado a ex-namorada até a morte, e ele teria a convensido usando também o lacre no pescoço mas não tão apertado, depois da morte Isac teria dado um tiro na cabeça. O site Mais Oeste não conseguiu ter uma resposta se os funcionários ouviram o disparo do tiro. A polícia civil está investigando o crime.

 

 

 

 

 

 

 

Notícias Relacionadas