Imagine John Lenon: Por Mário Machado

Hoje fazem 37 anos que John Lennon foi assassinado, na porta do prédio onde morava, por um fã que dizia gostar dele, imagine se não gostasse. Não sou saudosista nem mesmo me coloco em posição de tietar quem quer que seja, só tenho uma exceção, mas não vem ao caso. Lembro bem o que foi aquele dia 08 de dezembro, não como aqueles que sabem onde estavam quando souberam da morte de Kennedy, mas sim as noticias explodindo, no caso a TV e os rádios não havia internet, nem ZAP, mídias sociais ou o que vale. John Lennon era um ícone que, de minha geração, também que amava os Beatles, e ocasionalmente aos Rolling Stones, assim como Paul, Ringo e George. Fez parte da minha infância, adolescência e vida adulta que se iniciava naquele dezembro de 1980. Agora imagine John Lennon nos dias de hoje, será que sobreviveria? Tenho minhas duvidas, afinal de contas com espírito contestador que tinha talvez tivesse dois caminhos, primeiro lutar bravamente contra tudo que está ai ou em segundo se resignaria a sua casa e comporia outra IMAGINE.

Imagine é muito mais do que uma canção, é um hino em busca de descanso na paz que o mundo tanto ansiava, ânsia e continuará ansiando, ate porque esta paz está muito longe de acontecer, basta ler as paginas dos jornais atuais ou acessá-los através da internet. Acredito, assim como ele acreditava que a paz está em cada um de nós e imagine o mundo como ele imaginou: “Você pode dizer Que sou um sonhador Mas não sou o único Tenho a esperança de que um dia Você se juntará a nós E o mundo será como um só

Ele não era o único sonhador, nós todos somos sonhadores.

Imagine John Lennon hoje! Eu já imaginei. E você?

 

 

Notícias Relacionadas