Seu dinheiro não é capim. Respeite-o! Por Mário Machado

 

Há um bom tempo venho acompanhando as questões financeiras com um olhar extremamente crítico. E não da forma como possam pensar, não sou investidor, aplicador e muito menos milionário. Garanto que não ganhei na Mega da virada. O meu olhar critico me fez cuidar do meu dinheiro e muito bem por sinal. Continuo trabalhando, não fiquei rico, mas aprendi a respeitar o que eu ganho. Sou funcionário publico municipal e me orgulho disso. Recebo o meu salário todo fim de mês, com ele pago às contas de manutenção de minha vida. Porém uma atitude eu pratico 24 horas por dia. Toda e qualquer despesa que faço é religiosamente anotado e posteriormente lançado em uma planilha no computador. Se você tem um Smartphone há um aplicativo no mesmo chamado de Bloco de Notas. É lá que anoto tudo. Ao fim do mês verifico onde gastei e já me educo para o mês seguinte. Anote tudo, de uma bala a um avião que você comprar. Outro ponto importante eu descobri que, no Brasil, só 4% da população tem o habito de poupar. Poupança não é nenhuma loucura ou insanidade é uma questão de educação financeira e habito. Organize-se. Você consegue.

Eu adquirirei bons hábitos e me tornarei escravo deles.” Og Mandino – O Maior Vendedor do Mundo

1 Coríntios 6:12 “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas; mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.”

Para se ter paz financeira não precisa de muita coisa, e ao contrario do que você pensa não é dinheiro.

Em primeiro lugar é vergonha na cara, afinal seu dinheiro não é capim.

Em segundo lugar um processo de autocrítica de como você gasta, ou desrespeita, o seu dinheiro.

Em terceiro lugar, organize suas dividas, organize suas contas, descubra por onde seu dinheiro está escoando, ou ate mesmo fugindo de suas mãos.

Em quarto lugar anote tudo, mas tudo mesmo. Repito de uma bala a um avião. O que você gasta tem que ser anotado, só assim você vai saber onde está e com o que está gastando.

Em quinto lugar, faça o dinheiro trabalhar para você e não ao contrario.

Em sexto lugar queime gordura desnecessária. Não, não estou mandando você para academia. Elimine despesas inúteis, reveja seus “contratos” quaisquer que sejam eles. Outro detalhe, o ganho desta gordura tem que ser analisado de forma anual, o quanto você vai deixar de gastar em um ano.

Escrevo estas coisas, porque já passei por poucas e boas. Confie, dá certo.

Seu dinheiro não é capim. Respeite-o!