Contramão?- Por Mário Machado

O mulherão do Brasil é um homem, Pablo Vittar; O homem do Brasil é uma mulher, Cristiane Brasil, parou um governo.

Estamos na contramão do mundo? Ou o mundo está na contramão?

Nos anos 80 o Brasil teve um mulherão que era homem, Roberta Close. Chegou a ter musica feita pelo Erasmo Carlos. E teve um homem de verdade no corpo de mulher nascido nos meados de 84, D. Risoleta Neves, nossa quase primeira-dama, esposa de Tancredo Neves, que deu lições primorosas ao Brasil de postura, comportamento, ética.

Vejam bem, não sou, em hipótese alguma, homofóbico. Tenho vários conhecidos homossexuais e suas preferências em nada afetam nossa convivência e meu respeito para com o ser humano. Opção sexual, cada um tem a sua. Eu sou hétero e vou muito bem, obrigado.

Já disse algumas vezes que sou cristão-protestante-presbiteriano, mas isso não me faz e nem me fará alguém capaz de discriminar quem quer que seja, até porque procuro praticar as duas as maiores leis: amar a Deus sobre todas a coisas e amar ao próximo como a mim mesmo. Porém as coisas estão invertidas, os valores estão trocados, e o pior que 99% disso se dá por meio de uma imposição velada, sangrenta e quase infernal.

Nossos valores têm que ser repatriados, como os dólares dos corruptos, pois viajaram ao exterior e não conseguem voltar. Não sei se é problema com o passaporte ou se quem esta na alfândega esta revisando as malas deles com muita minúcia. Todo cuidado é pouco, vai que trouxe ÉTICA, MORAL E VERGONHA NA CARA de contrabando.

Está tudo trocado, está tudo invertido, está tudo fora do eixo. Certo programa chega a querer que a gente ache normal uma relação pseudo-artistica-incestuosa como normal. Vamos parar. Não sou da TFP (Tradição, Família e Propriedade), mas sejamos honestos, está tudo fora do lugar.

Valores perdidos, valores corrompidos, valores esquecidos, valores mortos. É este o tipo de sociedade que queremos deixar para nossos filhos?

Não sou juiz de ninguém, mas que está demais está! O universo muda, mas com caráter de evolução; o mundo muda, com idéias de evolução; o planeta muda, achando que está evoluindo. E as pessoas estão andando para trás, achando que estão avançando.

Que a Policia Federal deixe nossos valores passarem na alfândega e não considerem como contrabando a ética, a moral, os bons costumes, a vergonha na cara, o respeito e o amor ao próximo, como produtos a serem apreendidos, pelo contrario, devem ser liberados e livremente comercializados.