A vaca em cima do poste: Por Regis Truccolo

 

É bem provável que seja mais fácil você ver uma vaca em cima de um poste, do que Lula ser inocentado, depois do devido processo legal e duas condenações, uma em primeira instância, e, a segunda que lhe aumentou a pena, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Vacas não sobem em postes, todo mundo sabe, mas, ocasionalmente, em razão de enchentes de rios, podem sim, estar em cima de algum poste, como já foi visto na imprensa nacional. Já Lula, ser inocente, depois do inquérito policial que pediu seu indiciamento; depois da denuncia do Ministério Público que pediu sua condenação; depois de produzida sua defesa (inepta) e as condenações aplicadas pelo juiz singular e a Turma do TRF 4, é improvável, a não ser que algum ministro relator dos recursos no STJ ou STF, tirem um coelho vermelho da cartola, subtraindo leis, abandonando a jurisprudência formada. A cúpula petista sabe disso. Lula sabe disso. Apenas a militância fanática, deixa se levar pelos bordões pré-fabricados, tipo, “Lula é inocente” ou “Não há provas contra Lula”. Aliás, o PT e a esquerda de viés gramcista, são mestres em fabricar frases de efeito e apelidos, que repetem como um mantra, em uma lavagem cerebral diária da militância zumbi. Primeiro, os oposicionistas à Lula eram coxinhas, representados quase sempre pelos eleitores do PSDB, e da chamada elite brasileira. Com o PSDB em frangalhos pela falta de lideranças e denuncias de corrução, agora, os antilula, são denominados “facistas” (sim, a maioria escreve fascistas com a grafia errada) em alusão ao pretenso inimigo da hora, o candidato Jair Bolsonaro. Na verdade, o PT, tenta sobreviver. O PT sabe que não tem mais lideranças, pois, com Lula preso e inelegível, José Dirceu prestes a voltar a cadeia, Palocci encarcerado, Marta Suplicy no PMDB, José Genoino acabado, sobraram poucas hostes do outrora poderoso Partido dos Trabalhadores. Lula tenta turbinar a garota deputada Manoela, do PC do B e ainda, o insosso Boulos do PSOL. Manoela e Boulos tem o carisma de um Temer. Já que falamos em poste, Lula que já conseguiu eleger a monossilábica Dilma, tem como seu predileto, o ex-governador baiano Jaques Wagner, aquele do uísque e dos relógios, mas este, parece já ter seus próprios problemas penais. De forma que, o PT sabe que precisa de Lula, e joga todas suas fichas nesta improvável participação do ex-presidente na eleição. No caso de Lula não ser candidato, a vida lhe proporcionará o ostracismo dos ex-presidentes presos, como Fujimori do Peru. Logo, salvo algum fiel fanático, o ex-presidente será esquecido e outras condenações virão, ajudando-lhe a domar o gênio, a empáfia, e sombrear sua vida com a volta da humildade. Já o PT, assim como a esquerda precisarão se reconstruir para tentarem reconquistar os milhões de votos, dos descrentes na falácia esquerdista. E quem sabe, talvez, se veja uma vaca em cima de um poste, algo mais fácil de se ver e acreditar, do que Lula inocente. As chuvas vão mermando, mas muita agua ainda passará embaixo da ponte de 2018.

Notícias Relacionadas