Polêmica: Vigilância Sanitária barra campanha de vacinação realizada por deputado

O Deputado Estadual, Marcell Moraes, criou a denominada Caravana Animal em que consiste em realizar vacinações gratuitas em cães e gatos pelo interior da Bahia. A polêmica começou com a chegada da equipe do deputado em Barreiras e Vigilância Sanitária da cidade proibiu a realização da vacinação.

Para os agentes do órgão, o deputado “estava cometendo uma interferência no trabalho que é de competência dos órgãos estaduais, federais e municipais, que são responsáveis pela saúde pública da comunidade”.

O trabalho realizado há anos pelos governos trabalha com estatísticas e ocorrência de agravos da doença, que é letal para as pessoas. De acordo com a Vigilância Sanitária, esta campanha de vacinação do deputado iria interferir no trabalho programado para o próximo dia 28 de julho feito por profissionais da secretaria da saúde do município. Os dados coletados por profissionais capacitados ajudam no controle de doenças.

O problema identificado pelos agentes sanitários não foi referente as qualidades das vacinas e, sim, a vacinação em si, que não contava com a presença de nenhum profissional da área no local para monitorar a ação. É necessário o acompanhamento para evitar que algum animal acabe sofrendo reação por causa da vacina ou por algum manuseio errado de algum membro da equipe.

Conhecido como “o protetor dos animais”, Marcell Moraes realiza as campanhas de vacinação e de castração com recursos próprios e já teria ajudado 45 mil animais. “Estarei sempre na luta por esses seres indefesos que precisam de nós”, declarou o deputado nas redes sociais sobre o trabalho que realiza pelos bichos.

Notícias Relacionadas