Polícia apreende grande quantidade de armas que seria utilizado por crime organizado na Bahia

Na noite da última sexta-feira (17), três homens e duas mulheres foram presos em Brasília (DF) com um arsenal de guerra dentro de uma caminhonete blindada. Com o grupo, foram encontrados materiais explosivos, dez fuzis, dez pistolas, carregadores e munição, além de dinheiro e drogas.

O destino de todo o material era Salvador, mas a polícia chegou até os suspeitos depois que eles tentaram fugir de uma blitz na BR-060. No automóvel, que tinha sido roubado anteriormente, havia também uma criança de colo. A criança era usada para “despistar” os policiais. Ela foi encaminhada ao Conselho Tutelar.

Um dos presos, Victor Miranda, de 25 anos, afirmou ter sido contratado por criminosos do presídio de Formosa, no Entorno do DF, para fazer o “frete” das armas por R$ 3 mil. O site Mais Oeste apurou que os criminosos passavam por Barreiras e que possivelmente alguma dessas armas iriam ficar com bandidos que atual na região.

Por causa da grande quantidade de explosivos, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado para apurar se o material representava perigo aos militares.

De acordo com a PM, esta foi a maior apreensão de arma já feita este ano. O armamento apreendido é o mesmo usado pelo exército americano e até por terroristas. Os fuzis, por exemplo, são utilizados apenas por tropas especiais das polícias. Informações preliminares afirmam que a intenção do grupo era explodir caixas eletrônicos ou agir internamente no presídio.

O caso está sob investigação da Polícia Federal.

Notícias Relacionadas