Ciro diz não ser ‘dessa esquerdinha boboca que fica alisando bandido’

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, afirmou nesta segunda-feira (3) que, em eventual greve de caminhoneiros, mandará prender empresários flagrados fazendo locaute porque não é “dessa esquerdinha boboca que fica alisando bandido”. Proibido por lei, locaute acontece quando os patrões de um determinado setor impedem que os trabalhadores exerçam a sua atividade agindo em razão de interesses empresariais e não das reivindicações dos empregados.

“Locaute é crime no Brasil. Não é porque eu sou danado, não. Eu sou professor de direito. Locaute, ou seja, greve de empresário para prejudicar a coletividade é crime como tal definido em lei. Eu, presidente, não tem conversa: quem transgredir a lei, vai preso. Não sou dessa esquerdinha boboca que fica alisando bandido”, afirmou Ciro.

O presidenciável deu a declaração durante rodada de sabatinas promovida pela Folha, UOL e SBT com os candidatos ao Palácio do Planalto. Ele foi o primeiro entrevistado, segundo ordem determinada por sorteio.

Em maio, a paralisação de caminhoneiros em todo o país durante 11 dias, para pressionar a redução do preço do diesel, prejudicou o abastecimento de produtos e serviços. Na ocasião, a Polícia Federal abriu diversos inquéritos para apurar possível prática de locaute pelas empresas de transporte.

Após aumento de 13% no preço do diesel anunciado pela Petrobras na última sexta-feira (31), começou a circular nas redes sociais rumor de nova paralisação. No entanto, representantes das principais entidades de caminhoneiros se posicionaram no domingo (2) contra nova greve.

Notícias Relacionadas