Homem preso por matar filho de 2 meses é transferido para Barreiras

Etevaldo de Araújo Rocha, de 36 anos, acusado de matar o filho de 2 meses com um soco em Santa Rita de Cássia, foi transferido para Barreiras. Com a comoção e indignação da população, a polícia achou melhor preservar a integridade do preso, já que ele corria o risco de ser linchado.

De acordo com moradores, Etevaldo já tinha um passado violento e confessou o crime.

Relembre o caso

No final da tarde de sexta-feira (7), na Agrovila Antônio Conselheiro, no município de Santa Rita de Cássia, Etevaldo de Araújo Rocha matou o filho de dois meses com um soco durante uma briga de família.

Segundo informações, ele saiu com a esposa, ambos acabaram bebendo e em um dado momento ocorreu uma discussão entre o casal e o pai pegou a criança e desferiu um soco. O bebê chegou ser socorrido para o hospital municipal de Santa Rita de Cássia, mas não resistiu a agressão.

Ao perceber a gravidade do que tinha feito, Etevaldo teria pegado uma espingarda e atirado contra o cunhado na altura do joelho ao ter sido impedido de fugir. Populares conseguiram imobilizar Etevaldo e acionaram a polícia que o prendeu em flagrante por homicídio e da tentativa de homicídio.

Notícias Relacionadas