Bolsonaro passa bem após cirurgia de emergência e estratégia de campanha deve mudar

Jair Bolsonaro, de 63 anos, passa bem após se submeter a uma cirurgia de emergência, no Hospital Albert Einstein, na noite desta quarta-feira. Um dos filhos do candidato do PSL à Presidência da República publicou a informação em seu perfil no Twitter. “A cirurgia de emergência acabou bem, graças a Deus!”, avisou Flávio Bolsonaro.

A assessoria de imprensa do Hospital Albert Einstein informou que a cirurgia foi bem-sucedida. Segundo o hospital, outros detalhes serão divulgados no boletim médico da manhã desta quinta-feira. A operação foi acompanhada pela mulher de Bolsonaro, Michelle, que está em São Paulo, e por assessores.

O procedimento foi realizado após o hospital identificar, por meio de uma tomografia, uma aderência obstruindo o intestino delgado do político. Ele teve náuseas e distensão abdominal progressiva – inchaço do abdômen provocado por ar e que é consequência da redução do movimento do intestino -, o que ocasionou a suspensão da alimentação oral, conforme informado no boletim desta manhã.

Na última quinta, Bolsonaro foi submetido a uma colostomia após ser esfaqueado durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG). Na terça, ele havia saído da UTI para a unidade semi-intensiva. Após a cirurgia desta quarta, ele voltou para a unidade de tratamento intensivo do hospital.

Notícias Relacionadas