Pai de menor de 13 anos retira queixa contra tatuador em Barreiras

Na manhã desta sexta-feira (14), o pai da menor de 13 anos, que teve o braço tatuado sem autorização dele, retirou a queixa contra o tatuador. Ele informou que foi procurado pelo profissional que pediu desculpas e se prontificou a pagar sessões de raio lazer para apagar o desenho da garota.

O tatuador informou que a menina se identificou como maior de idade e, com o estúdio cheio de clientes, ele não verificou os documentos dela. Aos familiares da garota pediram para o pai que seria melhor retirar a queixa devido à enorme repercussão do caso.

Relembre o caso

No dia 11 o pai de um adolescente de 13 anos foi no Complexo Policial de Barreiras denunciar o tatuador que fez uma tatuagem na filha sem consentimento dele. Ele conta que a menor foi tatuada no braço direito, com um desenho e o nome de alguém.

O delegado Francisco Carlos de Sá informou que indiciaria o tatuador por crime de lesão corporal gravíssima com pena de reclusão de dois a oito anos. “Os pais não o autorizaram fazer isso e uma tatuagem provoca deformidade permanente, portanto vamos instaurar Inquérito Policial através de portaria para adotar providências”, declarou o delegado.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *