Baralho do Crime ganha sete novos procurados pela polícia

O Baralho do Crime, catálogo da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), ganhou informações de sete novos suspeitos, entre os mais procurados pela polícia no estado. A inclusão ocorreu na manhã desta quinta-feira (13).

Através do Baralho do Crime, a população pode conhecer os rostos de criminosos considerados mais perigosos do estado e contribuir para suas capturas. As denúncias podem ser feitas, de forma sigilosa, através do Diques Denúncia 3235-0000 (capital) e 181 (interior do estado).

Entre os novos integrantes está Anselmo Santos da Conceição, também conhecido como ‘Sel’, Chico, ‘Seu Barriga’ ou ‘Negão’. Procurado pelo latrocínio – roubo seguido de morte – do professor universitário Danilo Fortuna Mendes de Souza, 36 anos, ocorrido no bairro do Rio Vermelho, ele foi inserido no baralho como o novo “Rei de Espadas”.[Veja abaixo a lista completa das novas cartas do baralho]

Danilo Fortuna foi baleado, na noite do dia 20 de setembro, durante um assalto logo depois que saiu da faculdade onde ensinava. Danilo morreu dois dias depois, e o enterro foi realizado no dia 23 de setembro, no Cemitério do Campo Santo, na Federação. Outro suspeito de envolvimento na morte do professor, Átila Santos de Souza teve mandado de prisão temporária cumprido no mês de novembro.

De acordo com a Polícia Civil, Átila já estava preso desde o dia 1º de novembro, no Complexo da Mata Escura, porque respondia a quatro processos por roubo. Enquanto estava preso, a polícia seguiu com as investigações sobre a morte do professor e Átila foi reconhecido por testemunhas.

Outro novo integrante do Baralho do Crime é Mateus de Jesus Santos, o “Bolinho”, procurado por homicídio. Ele entrou na ferramenta da SSP como o novo “Quatro de Espadas” no lugar de Vagney dos Santos Aquino ou “Vaguinho”. Segundo a SSP, ele atua na região de Cajazeiras.

Considerada a segunda maior carta modificada, o “Valete de Copas” exibe o rosto de Daniel dos Santos Silva, apelidado de Wolverine, foragido de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, por homicídio. Com a inclusão de Wolverine, ele remove Eduardo de Jesus Evangelista, o Dudu.

Ainda no naipe de Copas, o “Seis” expõe o homicida Tiago de Souza Pinto, o “Manjare” ou “Thiaguinho”, do bairro Dom Avelar. Manjare substitui Marivan Elias da Silva, o “Quila”.

Preso em novembro, no Espirito Santos, Eldo Ferreira Batista, o “Eldinho”, antigo “Nove de Ouros”, dá lugar a Anderson Vieira Nunes dos Santos, chamado de “Baê”. Procurado por homicídio qualificado, Baê é da região de Canabrava, bairro da capital baiana.

Também investigado por homicídio qualificado, Diego Freitas Sacramento, o “Brabo”, está na posição de “Nove de Paus” e muda Rivandeck Correia Pereira. Já o “Três de Paus” estampa o rosto do traficante Welington de Jesus Santos, ou “Caveirinha”, de Peirperi, no subúrbio ferroviário.

Notícias Relacionadas