Músico Marcelo Yuka está internado em estado grave no Rio

O músico e compositor Marcelo Yuka, um dos fundadores da banda O Rappa, está internado em estado grave no Hospital Quinta D’Or, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Segundo amigos, nesta sexta-feira (4) o artista de 53 anos está com um quadro de infecção generalizada. A pedido da família, o hospital não divulgou informações sobre o estado de saúde.

Segundo o amigo e ex-produtor Luiz Fernando Barakat, Yuka sofreu um acidente vascular-cerebral (AVC) na quarta-feira (2). No meio do ano passado, ele já havia tido outro AVC.

Em 2000, Yuka ficou paraplégico ao ser atingido por nove tiros enquanto acontecia um assalto a uma mulher na Tijuca, na Zona Norte do Rio.

O artista era baterista de O Rappa, banda que chegou ao sucesso com o segundo disco, “Rappa Mundi”, em 1996. Yuka é criador de hits como “Pescador de ilusões”, “O que sobrou do céu” e “Minha alma (A paz que eu não quero)”, todos com temas como violência urbana, racismo e desigualdades sociais.

Dois anos após ser baleado, em 2002, ele oficializou sua saída da banda, afirmando ter sido expulso pelos demais integrantes por não concordar com os rumos do grupo.

Criou outra banda, a F.UR.T.O. (Frente Urbana de Trabalhos Organizados), parte de um projeto social que já existia na época de O Rappa. Em 2017, lançou o primeiro albúm solo, “Canções para depois do ódio”, no qual manteve o discurso sempre politizado de suas composições.

O posicionamento político o levou a se filiar ao PSOL, em 2010, e a ser candidato a vice-prefeito do Rio, em 2012, na chapa do hoje deputado federal Marcelo Freixo.

Notícias Relacionadas