Imbassahy será homem forte do governo de São Paulo em Brasília

O governador João Doria (PSDB) anunciou o nome de Antonio Imbassahy como secretário especial e chefe do Escritório de Representação do Estado de São Paulo em Brasília (Egesp). Ex-ministro da Secretaria de Governo de Michel Termer, Imbassasy, também do PSDB, é ex-governador da Bahia e ex-prefeito de Salvador. Foi também deputado federal por dois mandatos, líder do PSDB na Câmara Federal, além de ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República em 2017.

Segundo a gestão Doria, Imbassahy terá a missão de articular as relações de São Paulo com a Presidência e Vice-Presidência da República, o Congresso Nacional, os ministérios, as autarquias federais e instituições financeiras, como o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Imbassahy é o 10º ex-integrante da gestão Temer no governo Doria. São sete ex-ministros: Henrique Meirelles (Fazenda), Aloysio Nunes (diretor da Investe SP), Rossieli Soares (Educação), Gilberto Kassab (Casa Civil, licenciado), Sérgio Sá Leitão (Cultura), Alexandre Baldy (Transportes Metropolitanos) e Vinicius Lummertz (Turismo).

Além deles, também estão no governo Doria e trabalharam na gestão Temer: Antonio Claret Oliveira (ex-presidente da Infraero e diretor do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo); e Nelson de Souza (ex-presidente da Caixa, chefe de grupo de três estatais de São Paulo).

Notícias Relacionadas