Disparada do dólar faz preço da soja subir 2% em março

Os preços da soja no mercado brasileiro já acumulam alta de 2% neste mês. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a disparada do dólar nos últimos dias elevou a cotação da oleaginosa e aumentou a liquidez.

Na sexta-feira, 22, a moeda americana fechou o dia com alta de 2,68%, cotada em R$ 3,90 para venda. Essa foi a maior alta diária desde maio de 2017. A turbulência no mercado financeiro ocorreu um dia depois da prisão do ex-presidente Michel Temer e do adiamento da escolha do relator da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

No exterior, as tensões em torno do Brexit, que é a saída do Reino Unido da União Europeia, e a divulgação de dados econômicos mais fracos que o esperado na zona do euro afetaram o mercado global.

O indicador da soja Esalq/BM&FBovespa no porto de Paranaguá (PR) fechou a última sexta-feira cotado em R$ 78,96, com alta acumulada de 2% em março. Já no Paraná, o indicador da soja Cepea/Esalq fechou em R$ 73,56, com alta de 1,5% em março.

Notícias Relacionadas