Chuvas na Argentina ocasionam perda de soja e comprometimento do algodão

Na província do Chaco, na Argentina, há algumas regiões nas quais sobraram apenas alguns lotes de soja, enquanto a qualidade do algodão ficou bastante comprometida.

A situação foi observada por Pedro Pablo Glibota, diretor da Sociedade Rural Argentina (SRA), a respeito das localidades de Las Breñas, Pinedo, Charata, Hermoso Campo, Gancedo e La Clotilde, que receberam mais de 200mm de chuvas no último final de semana, com picos de 400mm.

“80% do algodão foi colhido e seu rendimento e qualidade vão estar muito comprometidos”, ressaltou o diretor da SRA. “A soja se encontra debaixo d’água, com apenas algumas áreas que puderam ser salvas”.

Segundo a Bolsa de Comércio de Rosario (BCR), os registros no Chaco são os maiores dos últimos 30 anos, com chuvas que vão de 900mm a 1100mm até este momento do ano.

A BCR também aponta que, antes das chuvas, a região havia colhido apenas 30 mil hectares de soja.

Notícias Relacionadas