Pastor é preso suspeito de estuprar adolescentes no DF durante orações

Um pastor evangélico de 49 anos foi preso hoje suspeito de abusar de adolescentes, em momentos de oração, no Distrito Federal. De acordo com a Polícia Civil, Mosaniel Mesquita da Conceição foi identificado por três vítimas que, na época, tinham entre 11 e 13 anos. Ele nega as acusações.

O homem foi preso em casa, na Chácara Boa Vista, em Brazlândia. Ele é natural do Pará, tem dois filhos e não tinha passagens pela Polícia. Agora, vai responder pelo crime de estupro de vulnerável.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Thiago Pacheco, as investigações começaram após uma jovem procurar a polícia e relatar os abusos. Em depoimento, ela disse que o crime foi cometido em um local chamado pelos fiéis de “monte” de orações.

“Esse pastor a levou para esse local, fora da igreja, com a autorização dos pais, para orar com outros fiéis. Só que esse monte é deserto e durante um momento de oração individual, o pastor abusou da vítima que tinha 12 anos na época”, afirmou. O crime, segundo o delegado da 24ª DP, aconteceu no primeiro semestre de 2014.

Depois do relato da adolescente, a delegacia conseguiu identificar mais duas vítimas. Elas também eram fiéis da igreja, e o pastor teria agido de diferentes formas com as meninas.

“Com uma, ele se masturbou na frente dela. Com outra, fez propostas de cunho sexual, a importunava”, explicou o delegado. Segundo ele, o último crime relatado ocorreu em 2017.