Exportação é tema de encontro entre entidades do oeste baiano

Foi realizada, na quinta-feira (09), na Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), a segunda reunião do Convênio Fasb-ApexBrasil, desta vez com a participação de representantes de entidades e órgãos públicos, tendo como objetivo, iniciar o processo de capacitação do setor produtivo regional para incrementar as exportações de produtos e serviços. Em parceria, a instituição educacional, o empresariado e a Apex Brasil estão desenvolvendo o Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX), que tem a meta de orientar os empreendedores, mensurar o potencial exportador da empresa, capacitar, traçar os planos de trabalho e de exportação.

“Estamos aqui com a missão de juntar diferentes capacidades, diferentes visões, para agregar no processo de exportação. Quando a gente tem a Apex que é uma agência de fomento às exportações, a universidade com o imenso conhecimento acadêmico que ela tem e os empresários com o pensamento de crescer, podemos ter resultados concretos”, avaliou Ana Cláudia Barbosa, gestora do Convênio Fasb-Apex Brasil. “Em dois anos eles estarão na condição de empresa preparada para dar esse primeiro passo no mercado internacional. Após isso virão os outros ciclos, com novas empresas. Quando um empresário vê o outro crescer, ele tem vontade de crescer também”, concluiu.

O presidente da CDL Barreiras, André de Góes Braga, aprovou a iniciativa. “Um dos nossos gargalos é o próprio conhecimento. Muitos empresários enxergam a exportação como algo distante da realidade da empresa deles, mas com a orientação de especialistas qualquer empreendedor pode alcançar novos mercados. Esse acesso é fundamental, porque com ele a empresa gera mais renda, escala e volume. Nós vamos fomentar essa ideia entre os nossos associados porque é um projeto que pode elevar as empresas a outro patamar”, declarou.

Quem também participou do encontro, representando a Prefeitura de Barreiras, foi o secretário municipal de indústria e comércio, Carlos Costa. Ele opinou sobre o momento atual da economia regional e das expectativas da prefeitura com a adesão ao programa. “Esse projeto tem um viés que é muito importante para a economia barreirense e da região, que é a capacitação. Todos os setores da nossa economia são carentes desse fator, principalmente a indústria. Abrir nosso mercado para empresas internacionais será um grande passo para impulsionar a geração de emprego e renda. É nisso que apostamos, quando aderimos a um projeto tão grandioso como o PEIEX”.

Joana Roberta Neiva de Souza Ramos, coordenadora do curso de Administração da FASB, e integrante do Comitê Consultivo do Núcleo de Barreiras, do PEIEX, é uma das maiores entusiastas do Convênio Fasb-Apex Brasil. Para ela “a exportação é uma realidade não apenas para grandes empresas, está ao alcance de qualquer empreendedor, desde que ele realize os estudos sobre a aceitação e a possível demanda do produto no mercado em que pretende ter acesso, receba as orientações e se prepare para entrar para um mercado com um nível mais alto de exigências”.  Ela destacou também que essa reunião é o momento em que os integrantes do programa estão se conhecendo, para avançar posteriormente, com o trabalho e as avaliações dos técnicos, em cada segmento interessado em exportar seus produtos. Aiba, Abapa, Sebrae, Sindicato dos Agricultores, Umob, Sesi, Unifrutas, PECBR e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães também foram representados na reunião.

 Araticum Comunicação 

Notícias Relacionadas