Travesti é encontrada morta dentro de casa incendiada na Chapada Diamantina

Uma travesti foi encontrada morta com o corpo carbonizado dentro da casa onde morava, na cidade de Seabra, região da Chapada Diamantina. O caso aconteceu na quinta-feira (30). A suspeita é que ela tenha sido agredida com pauladas, antes de ter a residência incendiada. De acordo com a Polícia Civil de Seabra, até este domingo (2), ninguém havia sido preso.

A vítima, identificada inicialmente como Rosinha do Beco, era uma feirante conhecida na cidade. A polícia ainda não tem informações sobre a autoria e motivação do crime.

O caso foi denunciado pela Rede Nacional de Operadores de Segurança Pública LGBTI+ (Renosp LGBTI+), uma entidade que trabalha junto com instituições de segurança pública no Brasil, nas redes sociais.

A atriz trangênero Maria Clara Spinelli, falou o crime nas redes sociais. “Meu Deus… 💔😢 ATÉ QUANDO???”, ela escreveu. A travesti Luisa Marilac também comentou a publicação.

Notícias Relacionadas