Trabalho da Comissão de Agricultura é reaberta por Jusmari

Sob a presidência da Deputada Estadual Jusmari Oliveira, a Comissão de Agricultura e Politica Rural da Assembleia Legislativa da Bahia reabriu os trabalhos do segundo semestre na manhã desta terça-feira (06). A reunião contou com a participação de um bom número de deputados. Por indicação de Jusmari foi marcada uma audiência pública para debater a cultura da soja, no dia 20 de agosto e outra para discutir a cultura do cacau, no dia 13 de setembro.

Jusmari argumentou que a Soja é o carro chefe da produção agrícola do Oeste da Bahia, ocupando mais de 65% da área total cultivada na região representando cerca de 5% da produção nacional e a 58% da produção do Nordeste.
Ela afirmou ainda que o tema moratória da soja está na pauta nacional e internacional e que será amplamente debatido na audiência publica. O evento terá a participação de entidades representativas do setor como a AIBA, ABAPA, APROSOJA e FAEB. “Não tenho dúvida que será um momento em que aprofundaremos o debate sobre um assunto fundamental para a economia baiana”, disse ela.

CACAUICULTURA

A audiência sobre a cacauicultura foi proposta pelo deputado Sandro Regis e faz parte da estratégia adotada deste o inicio do ano de manter o diálogo permanente com todos os setores da agricultura da Bahia. Jusmari disse que o tema vem em um momento oportuno. Segundo ela, após 30 anos da chegada da vassoura de bruxa que feriu profundamente a economia da sul da Bahia, assiste-se agora o renascimento do cacau. A parlamentar lembrou que a região sul ganhou o selo de indicação geográfica e Indicação de Procedência do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), através da Associação Cacau Sul da Bahia. A deputada frisou que a região vem produzindo chocolates especiais mas destacou que é preciso lutar contra possíveis retrocessos como, por exemplo, fechamentos de industrias na região. “Não tenho dúvidas que faremos um segundo semestre muito produtivo em nossas reuniões e em nossas audiências públicas com a finalidade de fortalecer a agricultura da Bahia”, concluiu a deputada.

Notícias Relacionadas