Deputado Tito defende escola cívico-militar em cidade do Oeste da Bahia

Nesta quinta-feira (05) o Deputado Federal Tito participou da cerimônia em que o Governo Federal oficializou o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares. O lançamento aconteceu no Palácio do Planalto e contou com a presença do Ministro da Educação Abraham Weintraub e do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Com o programa, a União vai colocar à disposição de governos estaduais e municipais a estrutura e os profissionais das Forças Armadas, que atuarão em funções administrativas e de gestão nas escolas. A adesão de estados e municípios é voluntária. A ideia do governo federal é ofertar 216 escolas cívico-militares no país até 2023. De acordo com o Ministério da Educação, professores civis continuarão responsáveis pela sala de aula.

Tito destacou que a iniciativa é uma alternativa para a formação cultural das futuras gerações, pautada no civismo, no respeito mútuo, tornando-os desta forma cidadãos conhecedores da realidade e críticos de fatos reais. O deputado defende que um dos municípios do Oeste da Bahia seja contemplado com uma destas unidades, vez que cada Estado será beneficiado inicialmente com duas escolas.

“Estou aqui para defender os interesses do Oeste da Bahia, e esta iniciativa vem para fortalecer a qualidade do ensino básico em nosso País, e assim, já estou fazendo todas as gestões necessárias para que o Oeste seja contemplado”, declarou o parlamentar.

Ascom Deputado Tito (Avante/BA)

Notícias Relacionadas