Operação Posto Legal apreende caminhão com destinatário inexistente em Correntina

Criada com o objetivo de verificar a qualidade e a quantidade do combustível vendido ao consumidor baiano, a Operação Posto Legal apreendeu em Correntina um caminhão transportando álcool para destinatário inexistente no Maranhão.

O que diz a legislação?

De acordo com a Sefaz-Ba, caminhões que forem identificados circulando no estado com mercadorias transportadas sem nota fiscal, com destinatário inexistente, destinatário existente, mas que não reconhece a compra dos produtos, carga diferente das notas fiscais, carga roubada ou falsificação de mercadorias, poderão ter a sua mercadoria apreendida e inquérito aberto junto à Polícia para apuração de possíveis delitos.

As equipes de plantão lavraram auto de infração em nome da empresa transportadora do caminhão e, somente após a quitação do débito, o caminhão foi liberado.

A Operação

A Operação Posto Legal reúne, além do DPT e da ANP, a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-Ba), órgão da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) e o Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), com apoio das polícias Civil e Militar, da Sefaz-Ba e da Procuradoria Geral do Estado (PGE-Ba).

Notícias Relacionadas

There are 1 comments

  1. Pingback: Sindcomb Notícias – quarta-feira, 11 de setembro de 2019 – SINDCOMB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *