O Projeto Cartas para a Vida completa um ano em Barreiras

Lançado em setembro de 2018 o Projeto Cartas para a Vida completa um ano de atividades através do trabalho de voluntários ligados à Academia Barreirense de Letras (ABL), da Polícia Militar da Bahia e um grupo ativo de psicólogos engajados no trabalho social da cidade.

Neste mês em que se vive o Setembro Amarelo, com ações em diversas regiões do Brasil para a prevenção contra o suicídio e de conscientização sobre a depressão e suas nuances, o projeto Cartas para a Vida começa a produzir também áudios.

“É uma forma de promover a inclusão de pessoas que não saibam ler ou que tem limitação visual”, explicou a presidente da ABL, Ananda Lima, acrescentando que o formato em áudio também favorece às pessoas que não tem um tempo específico para ler as cartas, mas que podem ouvi-las enquanto fazem suas atividades cotidianas.

Ela salientou que outra inovação do projeto dentro da programação de aniversário é a produção de vídeos com pessoas lendo algumas das cartas já produzidas ao longo deste ano. Este material será disponibilizado nas redes sociais, também como maneira de alcançar um público que não gosta de ler e prefere assistir aos vídeos.

Ainda como forma de marcar o primeiro aniversário do projeto, alguns de seus militantes participaram do desfile de Sete de Setembro, quando promoveram a distribuição de cartas impressas entre as pessoas presentes na avenida na manhã de sábado (07).

No entanto, a distribuição de cartas impressas não é novidade. Durante os 12 meses que o projeto está ativo, os responsáveis já participaram de diversos eventos em instituições como empresas, escolas, Polícia Militar e 4º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC). Nestas oportunidades além de palestras com a equipe de psicólogos, também foram distribuídas cartas impressas.

“Esta iniciativa tem grande significância para nossa corporação”, enfatizou o comandante geral da PMBA, Coronel Anselmo Brandão, destacando que o Comando Regional Oeste, através do Coronel PM Osival Cardoso, “é um grande incentivador”.

Para ele o Cartas para a Vida serve de acalento para quem necessita de uma palavra de apoio. “Espero que o projeto tenha vida longa, levando mensagens e incentivando pessoas externar sentimentos, para que sirvam de exemplo e ajudem a quem está precisando”, asseverou.

Participação de todos

Conforme o subtenente PM Romenil Souza Lima, um dos responsáveis pela concepção do projeto através da seção de Valorização Profissional da Polícia Militar, o foco principal é enaltecer a vida não apenas no mês de setembro, mas de forma continuada durante todo o ano.

Ele salientou que a proposta do projeto sempre foi a participação de qualquer pessoa da comunidade que tenha uma mensagem de apoio, de esperança ou mesmo um exemplo de superação para partilhar.

A ideia é que estas cartas sirvam de amparo às pessoas que estão passando por momentos difíceis, “para que deem um ressignificado às suas vidas”, afirmou Romenil, enfatizando que é importante que percebam que não estão sozinhas e que outras pessoas também passaram por dificuldades e conseguiram superar.

Vale destacar que quem escreve pode se identificar ou, se preferir, se manter no anonimato. Todas as cartas já recebidas pelo projeto podem ser visualizadas na página https://www.facebook.com/cartasparaavida/. Quem deseja participar, pode encaminhar seu material para o endereço de mail: cartasparaavida2018@gmail.com

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *