Programa Borboleta participa de audiência pública da Comissão dos Direitos da Mulher

Na noite da quinta-feira (10), a equipe do programa Borboleta participou no município de Barreiras, da Audiência Itinerante do Território Oeste Baiano: Violência contra a Mulher, Feminicídio e Políticas de Empoderamento, proposta pela deputada Estadual e vice-presidente da Comissão dos Direitos da Mulher, Jusmari Oliveira. O evento aconteceu na Câmara de Vereadores e foi presidida pela deputada estadual e presidente da Comissão, Olívia Santana.

Na oportunidade, a coordenadora do programa Borboleta, Flávia Rizkalla, mencionou as ações que são realizadas em Luís Eduardo Magalhães e solicitou melhorias nas políticas públicas de enfrentamento à violência contra a mulher, como o aumento do efetivo policial para Luís Eduardo Magalhães e a construção de uma casa abrigo regionalizada para acolher as mulheres vítimas da violência doméstica.

“Nós precisamos ter um IML em nossa cidade para dar mais dignidade aos atendimentos prestados às vítimas. Também é de extrema importância que a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM), comece a funcionar em Luís Eduardo Magalhães. Hoje o programa Borboleta já atendeu e está assistindo 408 mulheres, graças a visão do nosso gestor estamos quebrando o ciclo de violência e dando todo o suporte necessário, mas nós podemos aprimorar os serviços se tivermos ainda mais suporte”, disse Rizkalla.

O prefeito Oziel Oliveira também participou da audiência pública e destacou a importância do trabalho realizado pelo programa Borboleta no município. “Nós estamos salvando vidas em Luís Eduardo Magalhães! Já atendemos mulheres vítimas de várias formas de violência, ações cruéis, desumanas, que jamais uma mulher deveria passar. Estamos dando todas as condições para que a cada dia os serviços do programa sejam aprimorados e ainda mais eficientes. Recentemente entregamos um carro para o uso exclusivo do programa e hoje, o nosso município já conta com uma casa de apoio para receber as mulheres que não tem para onde ir após a agressão”, comentou o chefe do executivo.

Também participaram do evento, prefeitos e vereadores de cidades do Oeste da Bahia, deputados, autoridades civis e militares, servidores, representantes de associações, entidades e comunidades.

Assessoria de Comunicação (ASCOM)

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *