Jusmari reafirma a importância dos serviços prestados pelos transportes complementares

Em uma reunião realizada na CDL de Santa Maria da Vitória, a Deputada Estadual Jusmari Oliveira, ouviu as demandas apresentadas pelos profissionais do setor do transporte complementar. O objetivo é relacionar as linhas que ficaram fora da licitação para serem levadas a Comissão Especial dos Transportes Complementares da Assembleia Legislativa da Bahia e também a Agerba, com a finalidade de buscar a adequação necessária para que todos possam trabalhar dentro da legalidade.

Jusmari já havia apresentado anteriormente um requerimento para que o Governador Rui Costa mande para à Assembleia, uma proposta de refinanciamento das dívidas dos “vanzeiros”, inclusive, com descontos sobre multas e taxas. “Este é um trabalho que estamos fazendo para que estes profissionais que prestam relevantes serviços à população, tenham tranquilidade para trabalhar e prover o sustento de suas famílias”, afirmou a deputada.

A parlamentar voltou a dizer que muitos profissionais dos transportes complementares, em muitos casos, cumprem, heroicamente, a missão de transportar pessoas para comunidades distantes, em estradas ruins e em condições difíceis. “Existem comunidades em que o transporte complementar é a única alternativa para que os moradores possam se deslocar para a cidade, fazer suas compras, receber atendimento médico e resolver problemas do dia a dia, portanto este é um serviço que deve ter todo o nosso esforço para que seja regularizado e que possa continuar servindo aos moradores”, defendeu ela.

Além dos motoristas dos transportes complementares, a reunião teve as presenças de lideranças de vários municípios da região do Rio Corrente, entre eles o vereador João Marques, (que foi um dos apoiadores do evento), Có de Açudina, ambos de Santa Maria da Vitória, Adalto de Santana, o ex- vereador Silvano de São Félix e o líder Aldeir de Canápolis, o ex-vereador Ivan Barbosa, entre diversas outras lideranças. “O debate aqui em Santa Maria foi muito positivo e vamos levar tudo que ouvimos aqui para a Assembleia Legislativa e vamos trabalhar para que as providências sejam tomadas”, finalizou Jusmari.

Notícias Relacionadas