Hospital da Mulher de Barreiras agora realiza Teste do Coraçãozinho

Há três meses a ferramenta de triagem neonatal para rastrear Cardiopatias Congênitas Críticas faz parte da rotina do Hospital da Mulher, em Barreiras. O teste do coraçãozinho que permite identificar precocemente se o bebê tem alguma doença grave no coração é realizado diariamente na unidade de forma inédita seguindo os objetivos do Projeto Saúde Humanizada, da Secretaria Municipal de Saúde.

O Teste do Coraçãozinho, segundo o pediatra Dr. Marcelo Gramacho, é importante, simples e rápido, mas só pode ser realizado entre 24 e 48 horas de vida do recém-nascido e serve para detectar a oxigenação do sangue. Para realizar o teste do coraçãozinho, a enfermeira Alice Martins utiliza um sensor externo de pulso (oxímetro), que é colocado inicialmente na mão direita e, em seguida, em um dos pés do bebê. “Todo diagnóstico precoce é essencial, o Teste do Coraçãozinho não dói e é realizado entre 5 a 7 minutos. Através desse aparelho disponibilizado pela Prefeitura de Barreiras, é possível diagnosticar cardiopatias mais graves, se houver alguma alteração é realizado o ecocardiograma e o bebê só é liberado quando estiver tudo certo com a sua saúde”, pontuou Dr. Marcelo.

No Hospital da Mulher, são realizados também os testes da orelhinha, do olhinho e da linguinha na triagem neonatal. Conforme o secretário municipal de saúde, Anderson Vian, as ações de prevenção são fundamentais na prevenção de doenças. “O Teste do Coraçãozinho, assim como os demais que são realizados no Hospital da Mulher, dá condições as nossas crianças de serem diagnosticadas precocemente de várias doenças. No Hospital da Mulher, os recém-nascidos também são vacinados com as primeiras importantes doses além de contar com um cartório especifico para emitir a Certidão de Nascimento, CPF e o Cartão do SUS”, frisou Anderson Vian.

*DIRCOM

Mais informações clique aqui: www.maisoeste.com.br

Notícias Relacionadas