Mídia & Comunicação 4D, por Carlos Henrique Medeiros ( kiko )

 

Nos acostumamos a olhar a história, através dos registros de outros – criados e educados em um Mundo 2D. Além da profundidade do que vemos (3D), a depender da perspectiva, podemos enxergar o que de fato mexe com a nossa percepção.

 

O novo mundo 4D

A nova geração que vem aí para dominar cenários políticos, econômicos, sociais e culturais, já enxerga o mundo de forma holística e global – sem fronteiras mentais.

O que esperar da notícia?

Como, de fato, devemos ver a história contada?

A grande mídia (tradicional) deve aprender a se manter humilde e parar de querer “vender verdades”?

As pessoas, no caso da mídia tradicional e os seus telespectadores, leitores, ouvintes etc. estão passando por um momento de choque frente às novas gerações, pois muitos ainda querem buscar e/ou receber “verdades absolutas” prontas.

Sem se importar com a amplitude dos fatos, muitos continuam abraçados às suas crenças, fontes de referência e defendem o indefensável com toda paixão – para estes, as Redes Sociais consistem em excelentes válvulas de escape para expor convicções e manter emoções vivas.

As áreas de conteúdo dos Grupos de Comunicação e Mídia (sobretudo jornalismo) precisam resgatar seus fãs ardorosos e criar novos – “perderam a mão” na boa formação do público infantil e educação (não doutrinação) da população.

Imprensa Independente: Liberdade com Responsabilidade VS Investimentos Publicitários

Dificulddes:

A) Atividade intensiva de mão de obra, depende de investimentos publicitários para a manutenção de bons valores em seus quadros;

B) Economia nacional em recessão – ciclo longo (10 anos);

C) Investimentos altos e frequentes para acompanhar evolução tecnológica; e

D) Paradoxo: manter qualidade em alta, com faturamento em queda. E compensar falta de capacidade financeira para custeio de produção com muita criatividade. Mas a criatividade depende de bons valores profissionais… – voltamos ao item A).

*Carlos Henrique Medeiros (Kiko)

É Profissional com mais de 20 anos de atuação na Área de Comunicação & Mídia. Recentemente, assumiu a posição de Diretor Geral na Casa Pia dos Órfãos de São Joaquim – associação do 3º setor, voltada a educação infantil que busca posicionamento (referência) em excelência de qualidade.

Quer mais notícias, clique AQUI: www.maisoeste.com.br

 

There are 1 comments

  1. Avatar

    Excelente reflexão para a sinuca em que se encontram os grandes veículos e suas estruturas caras. O público já se adequou aos novos formatos. Os veículos ainda tentam refazer a equação.

Comments are closed.