COVID-19, crise de saúde ou de integridade?; por Pastor Victor Carneiro

“Hoje está Claro que o Brasil não enfrenta somente uma crise de saúde, mas principalmente uma crise moral e de integridade. Isso por sua vez demonstra que nosso maior problema não é o Corona vírus, mas sim a falta de integridade, moral e Ética, que tem sido descortinada nos últimos dias e de fato tem sido crucial e dificultado qualquer esforço pra se combater o vírus…”, diz Dr. Robson Oliveira.

Falta integridade em empresários que aumentaram preços de itens importantes para proteção contra a epidemia.

Falta integridade em grande parte da imprensa que deveria ser imparcial, mas de imparcial não tem nada. tomou partido abertamente contra o presidente e consequentemente contra todos aqueles que votaram nele, por perceberem que ele é uma proposta diferente do que aí estava. (A corrupção mata mais que qualquer doença, pois nos rouba hospitais, nos impede de termos melhor educação, quando o dinheiro que deveria ir para essas e outras finalidades são enviados para ditaduras mundo a fora, ou para patrocínios desnecessários e superfaturados).

Falta integridade quando preferem disseminar o medo e que só dão voz a quem anda por suas cartilhas, nunca mostrando as opiniões contrárias.

A mídia colocou tanto medo na população que pessoas que precisam fazer caminhada por necessidade de saúde e recomendação médica ficaram enfurnadas em casa, correndo risco de ter crise de pressão alta e outras complicações devido ao terror imposto pela mídia. Soube de uma senhora idosa que tinha problemas de saúde, ao assistir um noticiário, diante de uma reportagem, começou a chorar compulsivamente e morreu de infarto. O medo pode ser mais letal que o vírus.

Gente, vamos acordar: muda o canal, desliga a TV, procura outros meios de se manter informado(a). Pessoas que não respeitam a fé dos outros não são dignos da nossa audiência, muito menos da nossa confiança! Eles, os donos, diretores, precisam muito mais da gente (povo) do que a gente deles.

Falta integridade em muitos políticos que querem tirar vantagens dessa epidemia. Que preferem medir forças com o presidente do que realmente buscar soluções . É de se olhar com desconfiança que em ano de eleições prefeituras de cidades em que não houve um único caso (e que não haja nenhum), longe de tudo e todos, os prefeitos declararem estado de emergência e assim poderem fazer compras sem licitação. Obras não essenciais podem continuar, se for da prefeitura, mas o autônomo que depende do trabalho do dia a dia para por comida na mesa não pode trabalhar. Se o micro empresário abrir sua empresa recebe multa. Sei que tem gente séria na política e essa crise do covid também vai servir para mostrar quem é quem, para tirar máscaras. E sinceramente espero que o povo brasileiro acorde e não vote em quem se mostra oportunista.

Quero aproveitar e falar sobre as igrejas. Respeito o governador da Bahia, mas ele foi infeliz ao ameaçar padres e pastores. Não é assim que se age! Vocês são os que mais falam em diálogo e em uma hora dessas usam de ameaças?

Que Deus os julgue e o povo reflita sobre tudo o que esta acontecendo.

Se um supermercado pode ficar aberto para que a população possa comprar alimentos, as igrejas também podem ser abertas, desde que observando critérios de proteção. Em Barreiras, minha cidade. Um supermercado pode acomodar até 40 pessoas de uma vez, mas às igrejas foi imposto o número de 20 pessoas. A assistência religiosa pode não ser essencial para os políticos, mas para quem a busca é muito importante*. Para quem não tem dinheiro para ir a um terapeuta em tempos de crise, recorre a padres e pastores. Por isso, peço respeito para com esses sacerdotes que na grande maioria são pessoas sérias, honestas e que prestam um importante serviço à sociedade.

Falta integridade em muita gente boa, que fica na internet disseminando fake News, que não suporta quem pensa diferente, que agride sem dó os que opinam de forma contrária.

Também falta integridade em quem recebe para trabalhar, mas torra seu tempo de trabalho navegando na internet e batendo longos papos nas redes sociais em seu horário de trabalho (Se não faz parte do trabalho).

O COVID 19 é um problema sério e que deve ser tratado com toda responsabilidade não apenas pelos governantes, profissionais de saúde, mas também pela população.
A pandemia não é o juízo final, mas é um juízo divino. Não para nos matar, mas para nos transformar.

Mais do que uma maldição, o covid 19 vai ser no longo prazo, uma benção. Vamos aprender tantas coisas, aliás, já estamos aprendendo!

Não é hora de andar divididos, mas de nos unir para o bem do Brasil!

Vamos vencer essa guerra!

Como diz o presidente: O Brasil acima de tudo (das divergências…) E Deus acima de todos!

*Victor Carneiro – Apóstolo e administrador.

Quer mais notícias, clique AQUI: www.maisoeste.com.br

There are 1 comments

  1. Avatar

    Falta integridade também a determinadas igrejas. Evangélicas, principalmente porque apoiaram a eleição e apoiam um energúmeno que está de plantão na cadeira da Presidência da República Federativa do Brasil.

Comments are closed.