Globo encerra reprises de futebol após derrota no Ibope e volta com filmes

A Globo confirmou nesta sexta-feira (5) que suspendeu a faixa “Jogos Inesquecíveis”, criada para exibir partidas antigas nas tardes de domingo. A partir do dia 14 de junho, o horário será da sessão de filmes “Campeões de Bilheteria”, que existia antes do início das reexibições de futebol.

A reprises deixam a programação após a Globo perder para o SBT na Grande São Paulo no último domingo. Na ocasião, a reexibição da final da Libertadores de 1999, vencida pelo Palmeiras, ficou atrás do programa da apresentadora Eliana.

No Rio de Janeiro, o jogo entre Fluminense e Palmeiras, que deu o título do Campeonato Brasileiro de 2012 ao Tricolor, venceu o SBT por 11 a 9 na média, mas chegou a estar atrás em vários momentos. No resto do Brasil, as reprises foram líderes de audiência sem maiores problemas, chegando a dar quase o dobro de Record e SBT em algumas cidades.

Para a reestreia da sessão de filmes, a Globo vai exibir o longa “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”, maior sucesso de bilheteria da franquia. Com isso, a emissora terá uma dobradinha de filmes no domingo à tarde até o retorno definitivo do futebol ao vivo, que ainda não tem uma data específica para acontecer.

As reprises do futebol começaram com jogos da seleção brasileira no início de abril. A maior audiência com o formato veio com a final da Copa do Mundo de 2002, que atingiu 21 pontos de Ibope na Grande São Paulo. Porém, os números foram caindo semana a semana. Em maio, a Globo apostou em quatro finais de semanas com reprises de títulos dos clubes.

O único clube que chegou perto de dar os números da seleção foi o Flamengo, que fez a Globo marcar 18 pontos de Ibope no Rio de Janeiro com a final da Libertadores do ano passado. Nem mesmo o Corinthians, em São Paulo, conseguiu tal feito.

Neste domingo (7), as reprises que encerrarão o formato serão a vitória do Santos sobre o Peñarol na final da Libertadores de 2011, para São Paulo, e o jogo que deu ao Botafogo o título do Brasileirão de 1995, para o Rio de Janeiro.

Quer mais notícias, clique AQUI: www.maisoeste.com.br