Trabalhadores da limpeza pública de Luís Eduardo Magalhães entram em greve

Os trabalhadores que fazem a coleta de lixo em Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, estão com atividades paralisadas desde a última quarta-feira (24). Eles reivindicam melhores salários e condições de trabalho durante a pandemia do novo coronavírus.

Nesta sexta (26), eles pretendem se reunir com representantes da empresa responsável pela coleta, na tentativa de um acordo.

De acordo com a categoria, durante este período de pandemia, os trabalhadores não estão recebendo luvas, máscaras, nem álcool em gel, objetos necessários para evitar que eles estejam vulneráveis à contaminação do novo coronavírus.

Por causa da suspensão das atividades, a cidade já possui acúmulo de lixo. A empresa responsável pela coleta em Luís Eduardo Magalhães informou que todo material está sendo fornecido de forma gradativa. Disse ainda que a greve é ilegal já que não há o mínimo de 30% de trabalhadores em atividades.

Fonte//G1 Bahia

Quer mais notícias, clique AQUI: www.maisoeste.com.br