Análise mostra que sementes recebidas por brasileiros contêm pragas

Foto//Reprodução

Lembra das sementes que vários brasileiros estavam recebendo pelos Correios em compras de produtos internacionais? O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) analisou 36 amostras e constatou que parte das amostras contem a presença de mais de uma praga em seu conteúdo.

Após avaliação de risco fitossanitário, realizada pela área técnica do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas do Mapa, foi identificado que uma amostra continha a espécie Myosoton aquaticum, praga ausente no Brasil, mas considerada daninha nos campos de trigo da China, e com potencial para ser considerada quarentenária, ou seja, com risco de estabelecimento no país e de causar danos fitossanitários.

Em quatro amostras foram identificadas uma espécie quarentenária ausente – Descurainia sophia – considerada como planta daninha nos Estados Unidos e Canadá, além de planta invasora no México, Japão, Coreia, Chile e Austrália.

Outras 15 amostras continham gêneros que tem espécies quarentenárias ou espécies com potencial quarentenário, como sementes de Cuscuta; de Brassica; de Chenopodium; de Amaranthus; e dos fungos Cladosporium; Alternaria; Fusarium; e Bipolaris.

Especialistas alertam para quem receber essas sementes não as plante e, sim entregue aos órgãos competentes das suas cidades.

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br