Grammy 2021: Beyoncé bate recorde e se torna a mulher mais vencedora da premiação

Foto//Kevin Winter / Getty Images via AFP

A cantora Beyoncé se tornou a mulher com mais Grammys da história neste domingo (14), em noite de vitórias femininas também nas quatro principais categorias do prêmio, com Taylor Swift, Billie Eilish, H.E.R. e Megan Thee Stallion.

Beyoncé ganhou 4 prêmios (maior número da noite) e virou a mulher que mais levou Grammys na história: 28. “Estou trabalhando a vida inteira desde os nove anos de idade. Nem acredito que isso está acontecendo, essa noite é mágica”, ela disse.

Ela empatou com Quincy Jones e só perde para o maestro Georg Solti, que ganhou 31 vezes. Blue Ivy, filha dela, ainda faturou junto o prêmio de melhor clipe, aos 9 anos.

Nas 4 categorias mais prestigiadas do Grammy, Taylor Swift levou álbum do ano com “Folklore”, Billie Eilish teve a melhor gravação com “Everything I Wanted”, Megan Thee Stallion foi a artista revelação e H.E.R. levou música do ano com “I can’t breathe”.

O título da canção de H.E.R. reproduz as últimas palavras de George Floyd, cuja morte provocou protestos contra o racismo nos EUA. “A luta que tivemos por nós mesmos no verão de 2020 – mantenham essa energia”, ela disse.

Os brasileiros Chico Pinheiro e Bebel Gilberto foram indicados, respectivamente na categoria de álbum de jazz latino e álbum de música global, mas não levaram.

Por causa da pandemia, cada 45 minutos de cerimônia teve um line-up de quatro atrações. Os palcos também foram remontados a cada 45 minutos. Alguns vencedores foram anunciados antes da festa principal, em uma pré-cerimônia. Lady Gaga e Ariana Grande levaram o prêmio de melhor performance de grupo ou duo pop com “Rain on Me”.

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br