Gilberto Braga, autor de ‘Dancin’ Days’ e ‘Celebridade’, morre aos 75 anos

Foto//Veja

O autor de novelas clássicas da TV brasileira como “Dancin’ Days” (1978), “Vale Tudo” (1988) e “Celebridade” (2003), e criador de vilões inesquecíveis, Gilberto Braga morreu nesta terça-feira (26), aos 75 anos, no Rio de Janeiro.

O sobrinho do autor Bernardo Araújo disse que o tio estava internado desde sexta-feira (22) e sofreu uma septicemia. O novelista estava no Hospital Copa Star, em Copacabana e “vinha há alguns anos com vários problemas de saúde e passou por uma cirurgia na coluna, uma no coração e uma hidrocefalia”.

Entre outros trabalhos marcantes de Braga, estão também as novelas “Corpo a Corpo” (1984), “Rainha da Sucata” (1990), da qual foi colaborador, e “O Dono do Mundo” (1991), além das minisséries “Anos Dourados” (1986) e “Anos Rebeldes” (1992).

Braga também foi indicado ao Emmy Internacional de melhor telenovela por “Paraíso Tropical” (2008). Sua última produção foi “Babilônia” (2015), exibida pela TV Globo. Gilberto era casado com o decorador Edgar Moura Brasil, companheiro dele por quase 50 anos.

*G1

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br