Academias de Letras da região se encontram na FLIB

Foto//ABL

O último dia da Festa Literária de Barreiras (FLIB), nesta quarta-feira (25), uma programação variada em diversos locais do Centro Histórico. Na Casa da ABL tem oficina de criação literária Fogo e Água, com Roberth Novaes, a partir das 9h e um encontro coordenado pelo Clube de Leitura TAG Barreiras, às 10h.

A confraternização entre Academias de Letras dos territórios Bacias do Rio Corrente e Rio Grande, terá início às 14. Entidade ligada à Rede de Integração Cooperativa das Academias de Letras da Bahia (Rica) a ABL recepciona os acadêmicos da região para o debate.

De acordo com o presidente da academia de Barreiras, Valney Rigonato, a reunião visa fortalecer os vínculos e reforçar a criação literária regional. Em outra iniciativa que visa estimular a produção literária, o lançamento da antologia poética ‘Bardos Baianos Território Bacia do Rio Grande’ começa às 16h.

O momento é aguardado por 50 poetisas e poetas de Barreiras, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Mansidão, Riachão das Neves, São Desidério, Santa Rita de Cássia e Wanderley.

Lançado pela Editora Cogito, o livro faz parte de um projeto que engloba todos os territórios de identidade da Bahia, somando 27 coletâneas, com diversos volumes já lançados.

Nesta quarta-feira o auditório da ABL vai receber ainda Jeane Esquivel para o lançamento de ‘Poça de Lama’ e Paulo Roberto Baqueiro Brandão, que apresenta ‘Cenários Pós pandemia: reflexões sobre  o Sul Global e outros territórios’. Edleia Gonçalves lançará o livro ‘Recomeçar, é possível voltar a sonhar’ e Valney Rigonato ‘Abordagens socioculturais da Geografia’, ‘Territórios, Identidades e Alteralidades’ e ‘Espacialidades Turísticas e Festas’.

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br