Mamãe não quero ser prefeito- Por Mário Machado Júnior

1104398_x720

Falando sério, depois que eu vi a coluna do Sena sobre os tipos de candidatos, resolvi prestar uma homenagem aos mesmos e, ao mesmo tempo, prestigiar um dos ícones da MPB, Raul Seixas, Raulzito, magnífico e altamente contemporâneo. Em um música, em particular, ele descreve bem o contexto de uma candidatura e nós nos rendemos aos seus ditames.

Cowboy Fora Da Lei

Compositor: Raul Seixas e Cláudio Roberto

Mamãe, não quero ser prefeito
Pode ser que eu seja eleito
E alguém pode querer me assassinar
Eu não preciso ler jornais
Mentir sozinho eu sou capaz
Não quero ir de encontro ao azar

Papai não quero provar nada
Eu já servi à Pátria amada
E todo mundo cobra minha luz

Oh, coitado, foi tão cedo
Deus me livre, eu tenho medo
Morrer dependurado numa cruz

Eu não sou besta pra tirar onda de herói
Sou vacinado, eu sou cowboy
Cowboy fora da lei
Durango Kid só existe no gibi
E quem quiser que fique aqui
Entrar pra história é com vocês

Eleição é coisa séria e tem que ser levado a sério, não é playground para criança e muito menos para amador. Quem quiser se aventurar que o faça. Quem quiser concorrer que o faça também, só sabendo que a briga é grande, que é disputa de cachorro grande.

E VIVA O CANDIDATO/ELEITOR BRASILEIRO!

cartao-mario