Falando Sério: Não venda seu voto ou sua consciência ! Por Mário Machado

nao-venda-seu-voto

 

Hoje a noite, em LEM, na FAAHF, será lançado o Comitê de Combate a Corrupção Eleitoral, campanha já utilizada em 2012 e repetida este ano, encabeçada pela Igreja Católica com o apoio da OAB e demais entidades da sociedade civil organizada, inclusive com uma novidade um telefone para denuncias, como se observa na ilustração desta coluna. Mas tão importante quanto o Combate a Corrupção Eleitoral temos que voltar a carga contra aqueles eleitores que vendem, indiscriminadamente o seu voto, uma vergonha, vergonha nacional. Temos que combater isso com todas as nossas forças, temos que ser fortes e rejeitar qualquer tentativa de compra de voto Quem aceita vender o seu voto torna-se um cidadão de 5ª classe, alguém completamente desprovido de vergonha ou caráter e passa a ser tão mau-caráter quanto o candidato que o corrompeu. Quem com porcos se misturam, farelo come. Recebi um post no Whatsapp com os seguintes dizeres: “Em outubro seu voto pode ser trocado por R$ 100,00. Depois você fica 100água, 100educação, 100saneamento básico, 100escola, 100medico, 100hospitais, 100segurança e 100moral para poder reclamar! . Em bom português ao vender o seu voto você fica literalmente CEM NADA! Os R$ 100,00 em dois tempos acabam e ai, o que você vai fazer? Com que cara você vai olhar para sua família, para seus filhos, para seus amigos, para você mesmo no espelho? Ao receber o suborno você passa a valer cem vezes menos que o valor recebido. Você se torna igualzinho àqueles políticos e empresários que estão sendo processados por corrupção, os quais você e seus amigos tanto criticam ao verem nos jornais da vida. Ao vender o seu voto você passa a ser um corrupto medíocre e não  é o fato dos outros fazerem que você também deverá fazer. Se alguém se atirar de uma ponte você se atira também?

 

Não existe necessidade que justifique a venda do voto. Nenhuma!

Como diz o adesivo acima, voto não tem preço, tem consequência, e séria por sinal. Você compromete a você, sua família, sua cidade. Não vale a pena. Reaja!

Votar, ainda que seja obrigatório, tem que ser motivo de orgulho e não de vergonha.

Vender o voto não acrescenta em nada a sua vida, apenas o diminui. Tenha vergonha, orgulho. E, o mais importante, denuncie!.

DIGA NÃO A COMPRA DE VOTOS E NÃO VENDA O SEU VOTO E MUITO MENOS A SUA CONSCIENCIA! DENUNCIE!

cartao-mario