Ator Douglas Silva vira alvo de disputa entre Globo e Netflix

Famoso por dar vida a Acerola na série Cidade dos Homens, papel que lhe rendeu uma indicação ao Emmy Internacional, o ator Douglas Silva passou cinco anos no ostracismo sem ser convidado para novos trabalhos na TV. No ano passado, ele teve uma reviravolta em sua carreira e vem sendo disputado pelas rivais Globo e Netflix.

Seu nome voltou a ficar em evidência após a Globo ressuscitar Cidade dos Homens, relançando em 2017 a série com episódios inéditos e acompanhando a vida dos inseparáveis Acerola e Laranjinha (Darlan Cunha) como adultos.

Antes disso, ele ficou cinco anos (desde 2012) fazendo pequenas e esporádicas participações no humorístico Divertics e no Esquenta!, programa de auditório apresentado por Regina Casé.

Subaproveitado na Globo, Douglas Silva foi escalado pela produtora Los Bragas para ser coprotagonista da comédia Samantha!, lançada neste ano pela Netflix.

A produção brasileira, que acompanha a decadência de uma ex-estrela mirim, fez tanto sucesso na gigante do streaming que poucos dias após o lançamento teve a sua segunda temporada confirmada.

Mesmo com o contrato em vigência com a Netflix, o ator está com dois trabalhos engatilhados no Grupo Globo: uma série de ficção para o Fantástico e a participação em um reality show de gastronomia do canal GNT, que também pertence à rede da família Marinho.

No dominical da Globo, ele será um dos protagonistas de Os Infratores, série que mostrará pessoas que desrespeitam o trânsito passando por um curso de reciclagem para poderem reaver suas carteiras de habilitação. Betty Faria, Claudia Jimenez, Mariana Santos e Márcio Vito também estão no elenco.

No GNT, ele será um dos competidores do reality show Que Marravilha – Aula de Cozinha, apresentado por Claude Troisgros e Júlia Rabello. O programa, produzido pela Moonshot Pictures, colocará um grupo de famosos, que são verdadeiros desastres na cozinha, para aprender receitas elaboradas pelo chef francês e competir entre si.

Também estão na disputa Jesus Luz, John Drops, Ana Hikari, Lore Improta, Valesca Popozuda, Aline Riscado, Karin Hills, Ricardo Macchi e Victor Lamoglia. A estreia está prevista para setembro.

O caso de Douglas Silva é uma raridade em tempos de guerra entre Globo e Netflix. A emissora tem perdido nomes importantes de sua dramaturgia para a gigante do streaming, como Marcos Pigossi, que optou por não renovar seu contrato e foi escalado para duas produções.

A Globo tem corrido contra o tempo para não sofrer maiores prejuízos. Prova disso é a reestruturação do Globoplay, que está se transformando em uma nova plataforma de streaming, com conteúdos inéditos.