Conselheira Tutelar está presa em Barreiras por associação ao tráfico

Está presa em Barreiras a conselheira tutelar Naiana de Souza Prado por processo que envolve crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. A Polícia Civil cumpriu o mandado de prisão preventiva, espedida pela 2ª vara Criminal, na última sexta-feira (24).

Naiara era suplente no Conselho Tutelar e já tinha assumido o cargo em várias ocasiões em que tirou férias dos colegas. Além dela, o ex-namorado dela e a irmã dele também são apontados por envolvimento com o tráfico de drogas. O ex-namorado está preso há três meses quando foi encontrado, no dia 23 de maio, com quase 10kg de maconha e meio quilo de cocaína. Já a ex-cunhada da conselheira está presa desde julho deste ano, quando foi flagrada com balança de precisão e 250g de maconha.

Naiana tinha sido beneficiada por uma medida cautelar que substituiu a prisão por restrições. O advogado disse que ela vinha cumprindo as medidas impostas pela justiça. Naiana está custodiada no Complexo e será transferida para Riachão das Neves onde são levadas todas as mulheres envolvidas em crimes na região.

A polícia informou ainda que apesar de ter sido presa na sexta-feira, a mulher está afastada das atividades de conselheira desde maio, quando as investigações começaram.

Vereador pede mais critérios para escolha de conselheiros

O site Mais Oeste ouviu o ex-presidente do Conselho Tutelar e atual vereador de Barreiras, Marcos Reis, que se disse surpreso com a prisão, presidente da instituição em 2016.

Marcos já tinha pedido ao Ministério Público e a Prefeitura que criem mais critérios para que uma pessoa possa concorrer a uma vaga no Conselho Tutelar. O pedido tem base no próprio Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), que permite que cada município crie seus próprios requisitos.

Hoje em dia qualquer pessoa com mais de 18 anos, sem passagem pela polícia e que reside em Barreira pode participar da eleição sem nenhum problema.