Lula já admite retirar a candidatura no dia 11

O PT já se prepara para a retirada da candidatura de Lula à Presidência na próxima terça-feira (11), o prazo-limite fixado pela Justiça para sua substituição – segundo a Folha, com a “contrariada anuência” do presidiário.

A ideia é que o nome do poste Fernando Haddad seja, enfim, anunciado como o candidato petista ao Planalto durante um ato em apoio a Lula. O PT, como se sabe, entrou com recurso no STF para tentar obter uma liminar e manter a candidatura do condenado.

Mas o advogado Luiz Fernando Casagrande Pereira alertou para o risco de anulação do registro da chapa inteira do PT (traduzindo, de o partido ficar sem candidato a presidente e vice).

Isso pode acontecer se a liminar for acolhida pelo Supremo, mas o plenário rejeitar o recurso depois de 17 de setembro – data derradeira para a troca de candidatos.