Opinião Mais Oeste: Pela primeira vez, presidenciáveis não têm medo de atacar a Globo

Os tempos mudaram nestas eleições de 2018. Sempre temida por ter a capacidade de influenciar uma grande quantidade de pessoas em todas as partes do Brasil, a poderosa Globo parece que perdeu o poder de intimidar. Pelo que notamos em alguns casos, a Globo chegou a ser desafiada por Bolsonaro, Haddad, Ciro e Marina nas entrevistas ao Jornal Nacional.

As entrevistas concedidas pelos candidatos à presidência da república nesta eleição e também o debate de ontem na Rede Globo, mostra que os candidatos deixaram claro uma coisa; as pessoas estão começando a parar de ter medo e respeitar a Globo como a toda poderosa.

No debate de ontem, quinta-feira (04), apenas o Álvaro Dias fez grandes elogios a Globo na hora da entrada da sua primeira participação, Ciro Gomes, Haddad e Boulos reclamaram da empresa de Roberto Marinho falando, em determinados momentos, que ela não mandava em tudo.

Ao final do debate, na entrevista coletiva, Ciro Gomes quando perguntado pelo repórter Nilson Klava, da Globo News, sobre as pesquisas solicitadas pela Rede Globo, Ciro ignorou o resultado da pesquisa apresentada e disse estar tecnicamente empatado com Haddad, de acordo com pesquisa interna do partido.