Secretaria de Saúde de Barreiras apresenta Relatório do Quadrimestre na Câmara de Vereadores

Foto//Dircom

Foi realizada na tarde dessa segunda-feira, 22, no Plenário Aroldo Cavalcante na Câmara de Vereadores, a apresentação do Relatório do Quadrimestre Anterior, promovida pela Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. O relatório foi apresentado pelas assessoras técnicas Maria Messias e Ivana Carinhanha e trouxe dados importantes sobre os investimentos feitos na área de saúde, as despesas pagas, os indicadores e as metas, referentes ao 3º quadrimestre de 2020, de setembro a dezembro de 2020. Foram aplicados R$ 54.440.901,31 na saúde, 20,3% dos recursos públicos do município.

Os presentes também puderam conhecer de modo quantitativo os serviços e investimentos feitos pelo município no enfrentamento à Covid-19, e constatar avanços importantes como a queda na taxa de mortalidade infantil, aumento do percentual de cura em pacientes com hanseníase e tuberculose pulmonar bacilífera, aumento da cobertura em saúde bucal e da rede de atenção básica. Houve ainda a ampliação da rede física prestadora de serviços do Sistema Único de Saúde – SUS, de 78 para 132, comparando os estabelecimentos de saúde registrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES, por tipos de gestão, no período de 2017 a 2020.

Na atenção básica, atendimentos individuais, odontológicos, visitas e atendimentos domiciliares, atividades coletivas, dentre outros, resultaram em 624.975 atendimentos. Já na urgência e emergência, foram 10.947 procedimentos nas modalidades: clínico, cirúrgico e com finalidade diagnóstica. Além de 6.626 Autorizações de Internação Hospitalar – AIHs pagas, totalizando investimento superior a 1 milhão e 700 mil reais.

Do primeiro ao terceiro quadrimestre a rede de atenção primária também foi ampliada para atender pacientes com síndromes gripais e sintomas referentes à Covid-19, sem comprometer os demais serviços ofertados nas redes primária e secundária.

“Em 2021, esperamos que o cenário possa ser diferente, que possamos, sobretudo, continuar persistindo na melhoria dos indicadores e na consolidação da oferta de serviços de saúde cada vez mais humanizado que é o interesse e a prerrogativa da gestão municipal”, avaliou a assessora técnica Ivana Carinhanha.

*Dircom

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br