Confirmado: Todas as cidades da Bahia vão ter serviços não essenciais suspensos a partir de sexta-feira

O governador Rui Costa decretou hoje ( 25 ) que a partir da sexta-feira ás 17 horas as atividades não essenciais serão suspensas em toda a Bahia, inclusive a região Oeste que estava fora do último decreto que incluía o toque de recolher. Segundo o anuncio que deve ser publicado nas próximas horas, a suspensão dos serviços não essenciais se estende de sexta-feira ( 26 ) às 17 horas até segunda-feira ( 01/03 ) às 5 horas da manhã. Essa nova medida é devido o aumento crescente da COVID-19 em várias cidades da Bahia, agora até mesmo para aquelas que não estavam na situação de risco, como Jacobina, Irecê e a região Oeste.

Não é lockdown

O governo internamente não está usando a palavra ” lockdown “, mas como suspensão de serviços essenciais, ficando livre a movimentação de pessoas nas ruas desde que não tenha aglomerações. A cidade de Barreiras e toda a região Oeste não entraram no decreto que falava do toque de recolher, por isso algumas dúvidas ficaram no ar.

O que pode funcionar durante o novo decreto

Só poderão  funcionar serviços essenciais:

Farmácias e atendimento de saúde e supermercados.

O delivery de alimentos, no entanto, será permitido até a meia-noite de sexta

Lei seca no fim de semana

A venda de bebidas alcoólicas  será proibida totalmente , inclusive a venda nos  supermercados e distribuidoras.

Circulação de pessoas nas Ruas

A circulação de pessoas nas ruas está liberada normalmente, desde que não haja aglomeração. As cidades que tem toque de recolher a circulação fica proibida a partir das 20 horas. Atividades físicas coletivas também foram suspensas neste período e atividades individuais, como corridas e caminhadas, podem ser feitas.

O decreto com informações detalhadas devem esclarecer alguns pontos que não ficaram claros, a exemplo do transporte intermunicipal.

Saiba mais – http://www.bahia.ba.gov.br/

Quer Mais Notícias clique aqui: www.maisoeste.com.br

 

 

 

There are 1 comments

Comments are closed.