Banda de Música 26 de Maio integra projeto Mapa das Filarmônicas da Bahia

Foto//Dircom

Criada em 1989, a Banda Musical 26 de Maio que foi elevada à condição de patrimônio cultural e imaterial do município em 09 de maio de 2017, através da Lei nº 1.241, hoje com 40 integrantes regidos pelo maestro Fábio Dias de Menezes, está entre as filarmônicas mapeadas por um grupo de pesquisadores e produtores musicais que busca atualizar os dados das entidades musicais na Bahia. O projeto Mapa das Sociedades Filarmônicas da Bahia teve início em janeiro e segue até abril colhendo informações entre os 417 municípios do estado, uma vez que os dados mais recentes acerca destas entidades eram de 2009.

Os dados da Banda Municipal 26 de Maio foram fornecidos após contatos por telefone, e-mail, redes sociais, com preenchimento de formulário sobre número de músicos, instrumentos musicais existentes, uniforme, entre outros. As informações finais serão disponibilizadas no site do projeto até o mês de abril. Além do Mapa atualizado das Sociedades Filarmônicas da Bahia, também será publicado um livro de artigos escritos por estudiosos das filarmônicas baianas que vão refletir sobre os desafios atuais e os caminhos possíveis para o futuro dessas entidades centenárias.

“Trata-se de uma pesquisa de grande importância e amplitude”, destaca o maestro Fábio de Menezes. De acordo com ele, os resultados irão balizar e nortear os investimentos destinados às entidades musicais. “Teremos uma real noção da situação das filarmônicas existentes em nosso estado, com isso em mãos, será possível a inserção de políticas públicas mais eficientes e de maior incentivo aos músicos e aos municípios, com uma melhor aplicação de recursos, considerando as reais necessidades das filarmônicas”, finaliza.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, do Governo Federal.

Dircom

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br