Sobrevivente da tragédia do muro do Geraldão morre vítima de covid-19

Eliane Silva Queiroz, uma das sobreviventes do acidente do muro do estádio Geraldo Pereira, mais conhecido como Geraldão, morreu no dia 15 de abril vítima da covid-19. A informação foi confirmada pela Associação Comunitária Cidade Nova por meio de nota.

Por causa do acidente em 2015, Eliane sofreu lesões na coluna e perdeu os movimentos dos membros inferiores e ficou internada no Hospital do Oeste por quatro meses. Eliane, deixa o esposo Alexandre e filhas Alessandra Kelly, Emili Vitória.

Na época da tragédia moradores já reclamavam que o muro já dava sinais de que cairia a qualquer momento, mas os apelos foram ignorados. Na hora do acidente, quatro pessoas passavam pelo local e foram atingidas pelos escombros. Uma estudante morreu ainda no local do acidente e Eliane foi socorrida pelo SAMU em estado grave.

O Site Mais Oeste, que acompanhou a cobertura da queda do mudo e a luta de Eliane para se recuperar das lesões, lamenta essa perda.

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br