Justiça condena Regina Duarte a retratar informação sobre herança da ex-primeira-dama Marisa

Foto//Reprodução

Depois um ano depois da desastrosa passagem pela secretária especial de Cultura do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), a atriz Regina Duarte foi condenada pela 12ª Vara Cível de Brasília a retratar uma publicação em rede social, onde informava um valor equivocado sobre a herança deixada pela ex-primeira-dama Marisa Letícia, esposa do ex-presidente Lula, que morreu em 3 de fevereiro de 2017.

A determinação, divulgada nesta segunda-feira (26), atende a um pedido do ex-presidente Lula e dos filhos do casal, que chegaram a solicitar também uma indenização. No entanto, a cobrança de dano foi negada.

A publicação da atriz fez com que a 1ª Vara de Família e Sucessões de São Bernardo do Campo (SP) questionasse a familiares de Marisa sobre o valor em inventário, apontando que seria de R$ 256 milhões, referente a títulos de Certificados de Depósitos Bancários (CDBs).

Em maio, a comarca corrigiu o valor para R$ 26,2 mil, após a defesa de Lula apresentar extratos bancários.

A decisão ainda cabe recurso.

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br